Voltar ao topo.Ver em Libras.

Leite sem vaca

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:leite, cálcio, semente, nutricionista, gergelim, arroz, amêndoa e oleaginosas482 palavras7 min. para ler

             Quem tem alergia à proteína do leite, intolerância à lactose ou optou por uma dieta sem laticínios pode encontrar dificuldade para tomar um milk shake, achocolatado ou preparar um bolo. Os leites vegetais, feitos de castanhas, sementes e grãos batidos com água, entram no lugar do leite em preparos culinários e, em uma dieta variada, podem ser uma das fontes diárias de substâncias como cálcio, magnésio e vitaminas – mas sem as mesmas características do leite de vaca. Começando pelo sabor, pois dependendo da matéria-prima usada, o gosto é diferente. Um leite de amendoim torrado sem sal, por exemplo, terá gosto de amendoim. O mesmo ocorre com a consistência: oleaginosas rendem um leite mais gorduroso, mas ainda assim mais "ralo” que o leite de vaca.\\r\             "A ideia de substituir um leite pelo outro é errada. Após a fase de amamentação, não precisamos de leite, precisamos de cálcio. Um adulto precisa ingerir 1000 mg por dia segundo o Ministério da Saúde”, diz a nutricionista Natalia Chede. Ela sugere que se diversifique o consumo de alimentos ricos em cálcio para ter segurança nutricional, como comer mais brócolis, couve e oleaginosas – ricas em magnésio, substância necessária para a absorção do cálcio. Outra saída é pedir uma prescrição de suplemento de cálcio ao nutricionista e enriquecer o leite feito em casa.\\r\
              Entre os benefícios dos leites vegetais está a maior biodisponibilidade ou seja, o que se consegue absorver ao ingerir de cálcio em leites preparados com gergelim, amêndoa e semente de girassol, a ausência de colesterol e a fácil digestão, segundo a nutricionista Thaisa Navolar. "O leite de vaca tem 4% de proteína, mas é pobre em magnésio. O de arroz, aveia, castanha ou nozes tem teor proteico maior, mas pouco cálcio. Gergelim, amêndoa e oleaginosas são ricas em cálcio e magnésio”, compara a nutricionista. Para quem quer uma opção para o leite do dia a dia, a médica nutróloga e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia, Marcella Garcez Duarte indica tomar leite vegetal industrializado, que já vem enriquecido. A composição do de soja geralmente leva cálcio e o de arroz, cálcio, aminoácidos e minerais. "Qualquer um desses leites, seja de arroz, soja, amêndoa ou macadâmia são boas opções e não geram monotonia”, indica.\\r\
Receita básica de leite vegetal\\r\
              A receita da nutricionista Natalia Chede pode ser feita com amêndoas, gergelim, semente de abóbora, castanhas, semente de girassol ou aveia Coloque 1/3 de copo da semente escolhida e cubra com água. Deixe de molho por 12 horas. Escorra e lave as sementes. Bata no liquidificador com 1 copo de água e coe. Guarde na geladeira por até 3 dias. Não é indicado congelar.\\r\
O que rende leite?\\r\
Alpiste, amendoim, amêndoa, arroz, aveia, castanhas (do Pará e de caju), chia, coco fresco, gergelim, linhaça, macadâmia, nozes, quinua, semente de abóbora, semente de girassol, soja e oleaginosas em geral.\\r\
Fonte: Gazeta do Povo